Exportar registro bibliográfico

Presença de ultraprocessados nas refeições de populações nas cinco macrorregiões do Brasil: avaliação a partir do registro fotográfico do celular (2020)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SOUZA, BEATRIZ RIBEIRO DE - FSP
  • School: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: NUTRIÇÃO; ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS; CONSUMO DE ALIMENTOS; DIETA; ALIMENTAÇÃO
  • Keywords: ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS; ALIMENTAÇÃO BRASILEIRA
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: A dieta brasileira pode ter peculiaridades, alimentos tradicionais, de acordo com as regiões, todavia, o arroz e feijão representando cerca de um quarto da alimentação. No entanto, avaliando o consumo alimentar, considerando a classificação NOVA de alimentos, o consumo de alimentos ultraprocessados no Brasil vem aumentando nas últimas décadas, fazendo com que os alimentos in natura e minimamente processados diminuam. Estes apresentam diversos riscos à saúde e prejuízos à alimentação e à cultura alimentar. São produtos extremamente palatáveis e ricos em aditivos, com composição nutricional desbalanceada e relacionados à obesidade, doenças crônicas e doenças cardiovasculares. Dessa forma, a necessidade de avaliar padrões e a qualidade da dieta se faz presente. O desenvolvimento de índices dietéticos como uma forma de avaliação propicia a análise da qualidade da dieta, considerando a realidade de cada população. Com o uso da tecnologia na área do consumo alimentar, essas avaliações se tornam factíveis. Assim, considerando as mudanças na alimentação brasileira, este estudo tem como objetivo avaliar o consumo de alimentos ultraprocessados no Brasil a partir de registros fotográficos pelo celular, trabalhando com dados secundários de outros dois projetos. Foram avaliados os registros fotográficos a partir de celular de refeições (almoço e jantar) de voluntários adultos, homens e mulheres, das cinco macrorregiões do Brasil (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste). A qualidade da refeição foi avaliada através do índice para a avaliação da qualidade da refeição a partir do registro fotográfico e, para este trabalho foi considerado apenas o componente presença de alimentos ultraprocessados, de acordo com a classificação NOVA. Os resultados foram analisados no programa STATA®. Avaliou-se, a frequência do componente “presença de alimento ultraprocessado” e realizou-se o teste de Qui-quadrado dePearson. Os resultados mostram uma frequência importante de alimentos UP na alimentação dos brasileiros (23,8%), sendo maior entre os adultos jovens (28,4%) e de menor escolaridade (31,3%) e mais frequente nas regiões Sudeste (26,4%) e Sul (26,2%). O trabalho é inovador ao avaliar o consumo de alimentos UP através do registro fotográfico. Notou-se uma maior frequência de alimentos UP nas refeições dos adultos mais jovens e de menor escolaridade. Espera-se que programas de educação nutricional possam colaborar com a redução desse consumo.
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão PublicadaBeatriz Ribeiro de Souza....Direct link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Beatriz Ribeiro de; STELUTI, Josiane. Presença de ultraprocessados nas refeições de populações nas cinco macrorregiões do Brasil: avaliação a partir do registro fotográfico do celular. [S.l: s.n.], 2020.
    • APA

      Souza, B. R. de, & Steluti, J. (2020). Presença de ultraprocessados nas refeições de populações nas cinco macrorregiões do Brasil: avaliação a partir do registro fotográfico do celular. São Paulo.
    • NLM

      Souza BR de, Steluti J. Presença de ultraprocessados nas refeições de populações nas cinco macrorregiões do Brasil: avaliação a partir do registro fotográfico do celular. 2020 ;
    • Vancouver

      Souza BR de, Steluti J. Presença de ultraprocessados nas refeições de populações nas cinco macrorregiões do Brasil: avaliação a partir do registro fotográfico do celular. 2020 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2021