Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito dos protocolos de aquisição de imagens por Ressonância Magnética para determinação da extensão de lesão em modelos animais de hemorragia cerebral (2019)

  • Authors:
  • USP affiliated author: ABREU, FLÁVIA MAYUMI ODAHARA DE - IFSC
  • School: IFSC
  • Subjects: RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; VOLUMETRIA; IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
  • Language: Português
  • Abstract: O método de imagens por Ressonância Magnética apresenta alta eficiência clínica na detecção, diagnóstico e avaliação de diferentes patologias. O mesmo ocorre em sistemas pré-clínicos, para avaliação de patologias em modelos animais. Nesse caso, entretanto, a qualidade dessa avaliação depende, entre outras coisas, da otimização dos protocolos de aquisição e processamento das imagens, uma vez que diferentes modelos resultam em danos distintos nos tecidos de interesse. Assim, o presente projeto prevê a avaliação de diferentes protocolos de aquisição de imagens por Ressonância Magnética para determinação da extensão de lesões em modelos animais de hemorragia cerebral. Nesse estudo retrospectivo, foram avaliadas imagens do cérebro de ratos obtidas em um sistema de 2T dedicado ao estudo de pequenos animais. O protocolo de imagens incluiu três aquisições 3D ponderadas por T1, T2 e T2*, respectivamente. As imagens foram salvas em formato NIFTI e avaliadas utilizando os softwares MIPAV e MRICro. As lesões foram delimitadas pela aluna, após treinamento, e os respectivos volumes, em mm3, foram calculados multiplicando o número de voxels contido na lesão pela resolução espacial volumétrica da imagem. A diferença entre os protocolos analisados foram acessadas estatisticamente. A lesão induzida foi caracterizada como sólida e pôde ser melhor analisada pelas aquisições ponderadas por T1, visto que apresentou limites mais definidos e maior diferença de contraste. Os volumes médios obtidos são, em ordem decrescente, relativos às sequências obtidas por T1 (3,3 ± 1,5) mm3, T2* (2,2 ± 1,3) mm3 e T2 (1,1 ± 0,7) mm3, com diferenças significativas. As extensões das lesões estão bem distribuídas ao longo da média. Como imagens ponderadas por T2* são mais propensas a distorções, foi concluído que, para o modelo de hemorragia cerebral, é recomendada a realização das análises por T1 ou por uma combinação de T1e T2, os quais são menos suscetíveis a deformações de imagem
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão PublicadaFlávia Mayumi Odahara de...Direct link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ABREU, Flávia Mayumi Odahara de; PAIVA, Fernando Fernandes. Avaliação do efeito dos protocolos de aquisição de imagens por Ressonância Magnética para determinação da extensão de lesão em modelos animais de hemorragia cerebral. [S.l: s.n.], 2019.
    • APA

      Abreu, F. M. O. de, & Paiva, F. F. (2019). Avaliação do efeito dos protocolos de aquisição de imagens por Ressonância Magnética para determinação da extensão de lesão em modelos animais de hemorragia cerebral. São Carlos.
    • NLM

      Abreu FMO de, Paiva FF. Avaliação do efeito dos protocolos de aquisição de imagens por Ressonância Magnética para determinação da extensão de lesão em modelos animais de hemorragia cerebral. 2019 ;
    • Vancouver

      Abreu FMO de, Paiva FF. Avaliação do efeito dos protocolos de aquisição de imagens por Ressonância Magnética para determinação da extensão de lesão em modelos animais de hemorragia cerebral. 2019 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2021