Exportar registro bibliográfico

Chá verde (Camellia sinensis (L.) Kuntze - Theaceae) e o câncer (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated author: TOKUNAGA, VIVIANE KAORI - FCF
  • School: FCF
  • Subjects: NEOPLASIAS; CHÁ; QUIMIOTERÁPICOS
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Camellia sinensis (L.) O. Kuntze é um arbusto da família Theaceae, sendo amplamente consumido e conhecido sob a denominação de "chá verde". A redução do desenvolvimento de diferentes tipos de câncer tem sido atribuída ao seu consumo. Suas propriedades quimiopreventivas vem sendo pesquisadas, há algum tempo. Entre seus diferentes constituintes, a ação quimiopreventiva tem sido relacionada aos compostos polifenólicos, sobretudo às catequinas. Por outro lado, têm sido estudadas as possíveis interferências dos mesmos, na ação dos antineoplásicos. Desta forma, o estudo do chá verde e suas implicações, particularmente, em relação ao câncer de mama e de ovário foram tratados, no presente trabalho, de forma a conhecer melhor seus efeitos e a fazer o uso racional do mesmo, além de investigar o posicionamento da atual legislação em relação ao tema. OBJETIVOS: O trabalho visou efetuar a revisão bibliográfica sobre as propriedades antitumorais atribuídas ao chá verde, averiguando os benefícios e possíveis problemas associados ao seu uso, particularmente, nos cânceres de mama e de ovário, adicionalmente, avaliando os aspectos regulatórios. MATERIAIS E MÉTODOS: Para a elaboração do trabalho, compilaram-se artigos científicos publicados, em português e inglês, no período de 2000 a 2018, cujos resumos foram indexados em bancos de dados, como: Sci Finder®, PubMed®, Web of Science®, Science Direct® entre outros. Entre as palavraschave de busca, destacam-se: Camellia sinensis, chá verde, câncer, quimioterápicos, entre outras. RESULTADOS: Os compostos polifenólicos do chá verde, em especial, a GEGC, podem inibir a proliferação celular e, com isto, impedir a formação e o desenvolvimento tumoral, favorecendo a apoptose, bem como a inibição da invasão celular, da angiogênese e da formação demetástases. Entretanto, em pacientes com câncer, em tratamento com antineoplásicos, como o bortezomibe e o sunitinibe, ocorre a interação medicamentosa, destes, com o chá verde, reduzindo a ação antineoplásica destes fármacos. CONCLUSÃO: É importante que, a população e os profissionais de saúde, tenham esclarecimento e conhecimento aprofundado dos benefícios e implicações do consumo do chá verde, no câncer, e que a legislação vigente seja adequada, fornecendo orientações pertinentes, com relação ao consumo do chá verde, considerando os aspectos e efeitos abordados, no presente trabalho
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão Publicada2954981.pdfDirect link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TOKUNAGA, Viviane Kaori; FISCHER, Dominique Corinne Hermine. Chá verde (Camellia sinensis (L.) Kuntze - Theaceae) e o câncer. [S.l: s.n.], 2018.
    • APA

      Tokunaga, V. K., & Fischer, D. C. H. (2018). Chá verde (Camellia sinensis (L.) Kuntze - Theaceae) e o câncer. São Paulo.
    • NLM

      Tokunaga VK, Fischer DCH. Chá verde (Camellia sinensis (L.) Kuntze - Theaceae) e o câncer. 2018 ;
    • Vancouver

      Tokunaga VK, Fischer DCH. Chá verde (Camellia sinensis (L.) Kuntze - Theaceae) e o câncer. 2018 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2020