Exportar registro bibliográfico

Identidade cultural e imigração: como considerar tais dimensões no Programa Nacional de Alimentação Escolar?: estudo no Município de São Paulo (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DIAS, MANUELA CAPEZZUTO FERNANDES - FSP ; BARATA, MAYRA FIGUEIREDO - FSP
  • School: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: IDENTIDADE CULTURAL; IMIGRAÇÃO
  • Keywords: PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Alimentação saudável é aquela que compreende todos as dimensões humanas e é referenciada pela cultura alimentar e pelas dimensões de gênero, raça e etnia. A dimensão cultural do ato de comer, intrincada no valor simbólico dos alimentos está fortemente relacionada à identidade e o sentimento de pertencimento social a um território. A imigração é um movimento constante no Brasil, tornando o ambiente mutável e vivo. Objetivos: Analisar e discutir as bases normativas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em relação a incorporação das perspectivas de identidade cultural, cultura e imigração e descrever o perfil dos estudantes imigrantes matriculados em 2016 na rede municipal de ensino de São Paulo. Metodologia: utilizando-se da abordagem qualitativa, realizou-se a análise documental e discussão das bases normativas do PNAE em relação a incorporação das perspectivas de identidade cultural e imigração e a descrição do perfil dos estudantes imigrantes matriculados na rede municipal de ensino de São Paulo no ano de 2016. Resultados e discussão: A palavra cultura aparece consideráveis vezes nos documentos selecionados, como guia e referência para escolha dos alimentos, tradições culinárias e hábitos. Já em relação à imigração e suas derivações nenhuma citação foi encontrada. Em relação ao perfil dos alunos imigrantes matriculados na rede, percebe-se que a grande maioria destes é boliviana (2534; 58%), seguida por angolanos (483; 11%) e os japoneses (211; 5%). Conclusão: A julgar pelos números encontrados nas bases de dados, a quantidade de imigrantes matriculados na rede municipal de ensino ainda não é significativa para que medidas nas bases normativas do PNAEsejam tomadas. Quando se pensa em ambiente escolar cada questão abordada tem um reflexo no educando e no educador. Discutir identidade cultural através de vivências entre os próprios alunos e entre corpo docentepode representar uma geração mais respeitosa e receptiva.
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão PublicadaTCCManuelaCapezzutoFernan...Direct link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIAS, Manuela Capezzuto Fernandes; BARATA, Mayra Figueiredo; JAIME, Patrícia Constante. Identidade cultural e imigração: como considerar tais dimensões no Programa Nacional de Alimentação Escolar?: estudo no Município de São Paulo. [S.l: s.n.], 2016.
    • APA

      Dias, M. C. F., Barata, M. F., & Jaime, P. C. (2016). Identidade cultural e imigração: como considerar tais dimensões no Programa Nacional de Alimentação Escolar?: estudo no Município de São Paulo. São Paulo.
    • NLM

      Dias MCF, Barata MF, Jaime PC. Identidade cultural e imigração: como considerar tais dimensões no Programa Nacional de Alimentação Escolar?: estudo no Município de São Paulo. 2016 ;
    • Vancouver

      Dias MCF, Barata MF, Jaime PC. Identidade cultural e imigração: como considerar tais dimensões no Programa Nacional de Alimentação Escolar?: estudo no Município de São Paulo. 2016 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2020