Exportar registro bibliográfico

Nutrição e doença de Alzheimer (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, JOÃO LUIS DIAS DE - FSP
  • Unidades: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: DOENÇA DE ALZHEIMER; NUTRIÇÃO; ENVELHECIMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: gerando uma piora no quadro de Alzheimer assim com quadros paralelos. A alimentação, que deve ter uma atenção especial mesmo antes do diagnóstico de Alzheimer, possui um papel importante no aspecto social. Soma-se a isso o conhecimento das funcionalidades de micro e macronutrientes, relacionados ao papel de vitaminas do complexo B, vitamina C, E e D, o selênio e ômega 3, sendo estes elementos de extrema importância para manutenção do sistema nervoso central e saúde cognitiva. Este equilíbrio é crucial para manter não apenas o estado nutricional adequado, mas também para reduzir a presença de espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, evitando assim a oxidação e aceleração do processo neurodegenerativo.A doença de Alzheimer é uma patologia associada ao envelhecimento, de natureza degenerativa e progressiva que afeta o cérebro, resultando em um quadro de demência de grande impacto para a saúde pública global. A nutrição exerce importante impacto acerca dos aspectos biológicos, clínicos, comportamentais e sociais associados ao desenvolvimento e progressão da desta doença. Dentro deste contexto, o objetivo deste trabalho será analisar a relação entre aspectos da área de nutrição e seus impactos fisiológicos, aspectos clínicos, cognitivos, psicológicos e sociais no desenvolvimento e progressão da doença de Alzheimer. Através do levantamento de artigos publicados em periódicos científicos indexados entre 2009 e 2018, foram realizadas análises estruturadas para avaliar a qualidade e relevância de tais publicações. A partir do conjunto de informações de maior relevância resultantes desta etapa de busca e seleção foi elaborada a discussão dos principais conceitos e teorias, com fundamentações baseadas em evidências que expliquem a influência da nutrição sob o ponto de vista clínico, biológico, comportamental e social na doença de Alzheimer. Desta forma, foi possível apresentar explicações para os efeitos degenerativos tanto no aspecto social, como cognitivo da doença de Alzheimer no processo de envelhecimento. Em relação aos aspectos sociais, a perda da independência o idoso mostra-se como um importante ponto que quebra para as relações sociais, tornando este indivíduo dependente de um suporte efetuado por de cuidadores. Entretanto, na maioria dos casos, o indivíduo com a doença de Alzheimer acaba estando sujeito a receber cuidados por parte familiares sem qualquer conhecimento técnico ou preparo emocional. Um dos papeis essenciais dos cuidadores é o de supervisionar e conduzir a alimentação, uma vez que o idoso por razão das condições cognitivas, acaba por negligenciar esta necessidade,
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão PublicadaJoão Luis Dias de Souza....Direct link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, João Luis Dias; SANTANA, André Bento Chaves. Nutrição e doença de Alzheimer. [S.l: s.n.], 2018.
    • APA

      Souza, J. L. D., & Santana, A. B. C. (2018). Nutrição e doença de Alzheimer. São Paulo.
    • NLM

      Souza JLD, Santana ABC. Nutrição e doença de Alzheimer. 2018 ;
    • Vancouver

      Souza JLD, Santana ABC. Nutrição e doença de Alzheimer. 2018 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2020