Exportar registro bibliográfico

Consumo de açúcar livre no Brasil: caminhos para uma alimentação saudável (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated author: IOBBI, BRUNO - FSP
  • School: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS; DIETA; NUTRIENTES; CONSUMO DE ALIMENTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Este estudo objetiva descrever o consumo e as fontes de açúcar livre no Brasil em 2008-2009 e comparar os padrões alimentares de indivíduos com consumo adequado e excessivo de açúcar livre. Métodos: Esse estudo envolveu a análise de dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009, em particular dados sobre consumo individual de alimentos. Dados sobre consumo alimentar foram obtidos por meio de dois registros alimentares de 24 horas realizados pelos moradores com 10 anos ou mais de idade (n=34.003). Os alimentos foram classificados em grupos segundo características de seu processamento industrial, sendo eles alimentos in natura ou minimamente processados, ingredientes culinários processados, alimentos processados e alimentos ultraprocessados. Descrevemos a média de participação de açúcar livre para o total calórico, a prevalência de inadequação de açúcar livre e as suas fontes alimentares para a população brasileira e segundo características socioeconômicas e demográficas. Comparamos o consumo dos grupos de alimentos de indivíduos com consumo adequado (<10% do total de energia) e excessivo de açúcar livre (>10%). Resultados: Em 2008/09, 14,5% das calorias totais foram provenientes de açúcar livre e 63,9% da população apresentou consumo excessivo. Esses indicadores foram elevados em todos os estratos socioeconômicos e demográficos. Mais da metade das calorias de açúcar livre foi proveniente de açúcar de mesa (55,3%), enquanto 34,3% vieram de alimentos ultraprocessados, 8,9% de in natura ou minimamente processados e somente 1,1% de processados. As duas maiores contribuições para o consumo de açúcares livres da população brasileira vieram de açúcares adicionados a cafés e chás e de refrigerantes. Os indivíduos com consumo excessivo de açúcar livre consumiram menos alimentos in natura ou minimamente processados, com exceção do suco de frutas natural, mais consumo de ingredientes culináriose alimentos ultraprocessados. Conclusões: Há uma alta prevalência de inadequação de consumo de açúcar livre em toda a população brasileira, destacando a necessidade de intervenções que englobam a mudança do consumo de diversos grupos de alimentos.
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão PublicadaBruno Iobbi.pdfDirect link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IOBBI, Bruno; LOUZADA, Maria Laura da Costa. Consumo de açúcar livre no Brasil: caminhos para uma alimentação saudável. [S.l: s.n.], 2018.
    • APA

      Iobbi, B., & Louzada, M. L. da C. (2018). Consumo de açúcar livre no Brasil: caminhos para uma alimentação saudável. São Paulo.
    • NLM

      Iobbi B, Louzada ML da C. Consumo de açúcar livre no Brasil: caminhos para uma alimentação saudável. 2018 ;
    • Vancouver

      Iobbi B, Louzada ML da C. Consumo de açúcar livre no Brasil: caminhos para uma alimentação saudável. 2018 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2020